Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

ASPIDISTRA - ( Aspidistra elatior )

17:18 0 Comments A+ a-



Herbácea entouceirada.

ASPIDISTRA - ( Aspidistra elatior Maculata )
NOME CIENTÍFICO: Aspidistra elatior.

NOME POPULAR: Aspidistra.

SINONÍMIA: Aspidistra punctata var. albomaculata.

FAMÍLIA: Liliaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Ásia, China.

PORTE: 40 a 60 cm de altura.

FOLHAS: De forma lanceolada, grandes, brilhantes, de coloração verde escura.

Nota: A variedade “Maculata” tem as folhas pontilhadas de cor creme e a “Variegata” com estrias brancas.

FLORES: De importância ornamental secundária, ficam escondidas entre a folhagem, tem coloração arroxeadas.

FRUTOS: De formato esférico.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra ou sombra.

ÁGUA: Gosta de solo úmido, mas nunca encharcado, regar 2 vezes por semana, com maior volume nas épocas mais quente e menos na mais frias.

CLIMA: Pode ser cultivada em diversos tipos de climas.

PODA: Não necessária, se desejar redução, pode ser replantada fazendo divisão da planta.

CULTIVO: De crescimento moderado, é bastante rústica, aprecia solo rico em matéria orgânica com boa drenagem, mantido úmido.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 10-10-10, de 1 a 3 colheres de sopa, conforme o tamanho do vaso, sempre ao redor do caule, nunca junto a ele, incorporar levemente ao solo e regar em seguida.

Nota: Aplicar de 1 a 2 vezes por ano, na primavera e verão quando a planta entra em crescimento após o inverno.

UTILIZAÇÃO: Em locais que não recebam a luz direta do sol nas horas mais quente do dia, ao longo de muros, sob a copa de árvores, em vasos e jardineiras.

Nota: Muito utilizada no passado está voltando a fazer parte de projetos de paisagismo, principalmente em ambientes internos, próximos a janelas com boa iluminação, mas que não recebam luz solar;

PROPAGAÇÃO: De forma fácil através da divisão de touceiras.  

PREÇO: O vaso (pote) PT14 estava sendo comercializado por R$ 6,50.
 
ASPIDISTRA - ( Aspidistra elatior Maculata )
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei em Holambra / SP.